A característica presente em tudo o que consegue atravessar gerações é a atemporalidade. Nessa genialidade da permanência encontram-se os clássicos, reconhecidos onde quer que estejamos (e no design não seria diferente). Embora a essência do produto permaneça a mesma, as releituras criam um novo ar para as peças – atualização de materiais, cores e formas, dando ao mobiliário clássico uma roupagem dos dias atuais. 

 

POR QUE INVESTIR NELES?

Investir em um clássico do design é não errar, sabendo que a peça trouxe com ela muita pesquisa, tentativas e, finalmente, sucesso. É incrível como um ambiente pode ser ressaltado com o complemento de um desses clássicos, que certamente tem um conceito por trás de cada cantinho do móvel.

Ter um na sua casa também é sinônimo de elegância. Todos eles tem um design único, que nunca sai de moda. Mesmo que você decida trocar a decoração e dar uma repaginada no ambiente, possivelmente conseguirá reaproveitar o seu clássico, já que se adaptam em diversos estilos.

Conheça a história de alguns clássicos do design:

 

POLTRONA CHARLES EAMES

Foi originalmente criada pelo casal de designers Charles e Ray Eames, que marcaram a história do design, premiados pela técnica de moldagem em madeira.  Também conhecida como Eames Lounge Chair & Ottoman, a peça é considerada um dos mais expressivos objetos de design, fazendo parte da coleção permanente do Museu de Arte Moderna de Nova York.

Poltrona Charles EamesPoltrona Charles Eames

CADEIRAS DKR/DSW/DAR/DAW

Também do casal Charles e Ray Eames, as cadeiras são uma sequência bem sucedida das primeiras cadeiras de plástico fabricadas em massa (que futuramente foi complementada com fibra de vidro). As letras correspondem ao local onde a cadeira pode ser utilizada e ao material, conforme abaixo:

D (Dining): usada em sala de jantar ou mesa de jantar
S (Side): usada como cadeira de apoio, lateral
R (R-wire): base de arame, também chamado de “pé Torre Eiffel”
W (Wood): pés de madeira
K (K-wire): assento e encosto aramados
A (Armchair): cadeiras com braços

Cadeira DAW
Cadeira DAW
Cadeira DKR
Cadeira DKR

POLTRONA BARCELONA

Projetada por Mies Van der Rohe, a cadeira Barcelona foi especialmente apresentada no Pavilhão Alemão para a Feira Internacional de Barcelona, no ano de 1929, sendo prestigiada até hoje por designers do mundo todo. Mies foi um dos pioneiros no desenho de móveis com estrutura de aço tubular, permitindo a produção em escala industrial, um dos preceitos da Bauhaus, onde lecionava.

Poltrona BarcelonaPoltrona Barcelona

COLEÇÃO PLATNER

Junto com a equipe da Knoll, o arquiteto Warren Platner desenvolveu a coleção Platner, que consiste em mesa de jantar, mesa de centro, mesa lateral, poltrona e puff. Foi um grande legado para o design do século XX e um grande aprendizado também, visto que a produção exigia que sua estrutura fosse soldada inúmeras vezes por conta de suas varas metálicas.

Coleção PlatnerColeção Platner

MESA E CADEIRA SAARINEN

Foram necessários 5 anos de pesquisas até a criação da Mesa e Cadeira Tulipa, mais conhecidas como Saarinen devido ao nome seu criador, o arquiteto e designer finlandês Eero Saarinen. A Cadeira Tulipa foi desenhada em 1955 e 1956, inicialmente para acompanhar a mesa de jantar. Ela possui linhas suaves do modernismo e foi experimental com os materiais da época. O design foi popularizado pelo uso na série de televisão Star Trek (1966-69).

Mesa e cadeira Saarinen
Projeto: Jean de Just

Mesa e cadeira Saarinen

CHAISE RIO

O arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer também deixou o seu legado no design mobiliário. A Chaise Rio é uma obra em parceria com sua filha, Anna Maria, exposta na galeria NOHO Modern, em Los Angeles.  A concepção da Chaise já completa 40 anos, criada no ano de 1978., ressaltando a natureza e a bossa da cidade do Rio de Janeiro, além da sensualidade do corpo feminino representado pelas curvas.

Chaise Rio - Oscar Niemeyer

Chaise Rio - Oscar Niemeyer
Projeto para a Casa Cor Rio 2013

 

Que tal dar uma olhadinha nos clássicos do design na loja virtual da Inusual?

 

Imagens: Pinterest; Casa Cláudia.

Escrever um Comentário